Apoio ao estudante

O Departamento de Matemática tem um programa de apoio ao estudante que demonstra potencial, interesse e habilidades destacadas no seu curso de graduação. Esse apoio se dá mediante a inserção do aluno em um dos Programas de Bolsas de Estudo existente na Universidade:

  • Bolsas de Pesquisa (UFRN)
  • Bolsas de Extensão (UFRN)
  • Bolsas de Monitoria (UFRN)
  • Bolsas do PET (UFRN/MEC)
  • Bolsas de Iniciação Científica do PIBCT (CNPq)

O estudante do Curso de Matemática pode ter acesso a um desses tipos de bolsa, a partir do segundo semestre como aluno da UFRN. Normalmente, para ter acesso a uma dessas bolsas, exige-se do estudante: um professor orientador, um bom histórico escolar (isto é, com boas notas e sem reprovações) e aprovação num processo de seleção (que é sempre anunciada previamente).

A Bolsa de Pesquisa tem por finalidade:

  • Contribuir para despertar vocações científicas, incentivar talentos potenciais entre estudantes, mediante participação em projetos de pesquisa, orientados por pesquisadores qualificados;
  • Possibilitar ao bolsista a aprendizagem de métodos e técnicas de pesquisa;
  • Estimular o desenvolvimento do pensar e do criar cientificamente, aprimorando o espírito crítico do estudante.

A Bolsa de Extensão tem por finalidade:

  • Contribuir para que o estudante tenha sua formação alicerçada no serviço à comunidade, na transferência do conhecimento adquirido em seu curso e no exercício prévio, sob acompanhamento, de atividades profissionais.

A Bolsa de Monitoria ou Bolsa de Incentivo à Docência tem por finalidade:

  • Contribuir para a iniciação dos estudantes nas atividades docentes e a bolsa de Monitoria está vinculada ao Programa de Monitoria da UFRN, sendo normatizada por Resolução do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CONSEP.

A Bolsa do PET é concedida pelo Programa Especial de Treinamento – MEC é destinada a grupos de alunos que demonstrem potencial, interesse e habilidades destacadas em cursos de graduação reconhecidos pelo Conselho Nacional de Educação. O Programa Especial de Treinamento – PET constitui-se, portanto, em uma modalidade de investimento acadêmico em cursos de graduação que têm sérios compromissos epistemológicos, pedagógicos, éticos e sociais. Com uma concepção baseada nos moldes de grupos tutoriais de aprendizagem e orientado pelo objetivo de formar globalmente o aluno, o PET não se resume em proporcionar ao bolsista apenas uma gama nova e diversificada de conhecimento acadêmico, e não se isenta da responsabilidade de contribuir para sua melhor qualificação como pessoa humana e como membro da sociedade.

Para ingressar no Programa Especial de Treinamento – PET alguns requisitos são imprescindíveis, tais como estar cursando o 2o ou 3o semestre da graduação; não apresentar reprovação no histórico escolar e ter até 22 anos de idade à época do início da bolsa.

A Bolsa de Iniciação Científica do PIBCT – CNPq tem os mesmos objetivos da bolsa de Pesquisa, sendo concedida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq permitindo ao estudante participação em projetos de pesquisa, orientados por pesquisadores qualificados pelos órgãos da Universidade.

Translate »